Lena madá

Lena Madá é uma das personagens que compõe este blog. Ela se inventa a cada dia botando a mão na terra e entendendo, junto à natureza bruta e verde, sobre o silêncio e a impermanência. A compreender sem se preocupar em entender o movimento de tudo o que se enraíza na terra, tudo o que se movimenta e por isso tem vida, e por isso que morre… Seu território  é recluso, introspectivo e feminino.

Nas horas vagas, faz mantas de tear de prego, compõe musicas e é canhota. Passa horas conversando com ela mesma, folhas, galhos e gatos. Passa dias experimentando e observando as ervas pra ver no corpo seus efeitos mais singelos. Seu ateliê é a cozinha. Se mistura inteira nos temperos, no calor do fogão, na mistura de sabores, nas cores da comida. Observa os efeitos de tudo.

Gosta de saber o nome, a forma, gosto, cheiro e as propriedades das ervas. É chá, tempero, banho, escalda-pé… aprendeu sobre os humores de cada planta na convivência diária e no cuidado mútuo. É reikiniana, permacultora… se interessa por ayurveda, veganismo, jardinagem, horta, cosméticos naturais e etc… se sente em casa quando envolta de mato, bicho e árvore. É apaixonada por avencas.

.

.

.

*Acesse aqui as publicações.

Anúncios