.

Parar pra ouvir o silêncio

que dança em cada entrelinha do tempo
é como sentir que é vivo, aquilo que tem rítmo.
A vida pulsa, respira

e dança.
A vida é música, é arte

é rítmo.
Tudo é rítmico.
Tudo é movimento.

.

 

*

Poesia e fotografia de capa por: Sem território.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s