.

É nessa entrelinha de azuis,
entre ser água e ar,
Peixe e pássaro, céu e mar…

É na infinitude dessa linha,
onde meu olhar descansa a alma.

Onde meu pensamento acalma,
onde dança o tempo sem ponteiros, que respiro no ritmo das ondas.

Onde me sou inteiro sem demora
Onde me contemplo atento em tudo,
no agora.

Respirar o mar no ar é acalento pro peito, é o maior efeito de ser peixe sonhando voar.

.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s